Consultor

Dicas de viagem

Confira nossas dicas para não deixar um detalhe pra trás na hora de organizar sua viagem. É importanter ter toda atenção desde os documentos até os lugares para visitar.

Documentos de viagem

Para o embarque

Passaporte com validade mínima de 6 meses, documento de identidade dentro do período de validade e visto consular (quando necessário). Para menores desacompanhados é exigido uma autorização assinada pelos pais com firma reconhecida. Se ele estiver acompanhado apenas de um responsável, a autorização do outro é obrigatória. Todos esses documentos devem ser originais.

Para transitar em outro país

O passaporte é o único documento válido internacionalmente. Se você tiver um local seguro para guardá-lo, prefira uma cópia autenticada das primeiras folhas. Em caso de perda ou roubo, procure as autoridades locais imediatamente e comunique também ao consulado ou à embaixada brasileira do local.

Vistos

Alguns países só permitem a entrada de estrangeiros com a aprovação do visto consular. A obtenção desse visto se dá de acordo com o regulamento e critérios adotados em cada país. Para saber se o seu destino exige visto de entrada, verifique com o respectivo consulado.

Procedimentos aéreos

O que não pode ir na bagagem de mão

Arma ou réplicas de qualquer tipo, objetos pontiagudos ou cortantes, substâncias explosivas, inflamáveis, químicas ou tóxicas, líquidos em frascos superiores a 100ml e medicamentos sem prescrição médica.

Transporte de animais

Animais geralmente são transportados no compartimento de bagagens. Em caso de animais domésticos, o transporte pode ser feito na cabine do passageiro, desde que em objetos específicos para esta finalidade. Além disso, é exigido o atestado de saúde do animal.

Tarifa para menores

Se o menor tiver entre 2 e 12 anos, pagará 50% da tarifa, com direito ao assento. Para crianças menores de 2 anos, a tarifa cobrada é de 10%, devendo a criança viajar no colo do responsável. A partir de 12 anos completos, o valor da tarifa é normal.

Acesso a deficientes físicos

Deficientes físicos devem avisar à companhia aérea com antecedência, informando suas necessidades, pois eles têm direito à assistência. O embarque é feito 20 minutos antes dos demais passageiros e os objetos utilizados, como cadeira de rodas, podem ser transportados dentro da cabine de passageiros. Caso seja necessário acompanhante, este deverá pagar 20% do valor da tarifa.

Curiosidades

Você sabe quais são as respectivas funções da ANAC e INFRAERO?

ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil regula, fiscaliza, incentiva e desenvolve a aviação civil e a infraestrutura aeronáutica e aeroportuária do país. Compete ainda à ANAC apurar omissões ou atrasos no repasse das informações relativas à prestação de serviços. A ANAC é uma autarquia especial, integrante da Administração Pública Federal Indireta, vinculada ao Ministério da Defesa.

INFRAERO

A INFRAERO implanta, administra, opera e explora industrial e comercialmente a infraestrutura aeroportuária e de apoio à navegação aérea, além de primar pela manutenção da ordem e segurança dos aeroportos. É responsável ainda pela operação dos sistemas de informações aos usuários, disponíveis nos aeroportos.

Itens especiais

Alguns itens são fundamentais na mala de quem viaja:

  • Documentos (passaporte, RG, passagens, carteira de motorista);
  • Dinheiro, cartões de crédito ou traveller checks;
  • Bagagem devidamente lacrada e identificada;
  • 1 peça de roupa que sirva para abrigar do frio, em caso de queda de temperatura;
  • Objetos pessoais (produtos de higiene e beleza, medicamentos, entre outros).
  • Chaves de casa.

Destinos

América do Norte

Locais mais visitados

Orlando, Nova Iorque e Califórnia (EUA); Cancun (MÉX).

Gastronomia

Fast foods nos EUA; burritos, chilaquiles e guacamole no México.

Lugares que não podem faltar

Parques temáticos da Flórida e Central Park, Estátua da Liberdade e Times Square, em Nova Iorque.

América Central

Locais mais visitados

Aruba, Bahamas e Cuba.

 

 

 

 

América do Sul

Locais mais visitados

Buenos Aires e Bariloche na Argentina, Machu Picchu no Peru, Santiago no Chile e Punta del Este no Uruguai.

Gastronomia

Charque na Argentina; cebiche no Peru; cazuela de ave no Chile.

Lugares que não podem faltar

La Casa Rosa, Bombonera e Recoleta, em Buenos Aires; antiga Cidade dos Incas, em Machu Picchu; estação de esqui e resort de Valle Nevado, em Santiago; Mão do Afogado, em Punta del Este.

África

Locais mais visitados

Joanesburgo na África do Sul e Cairo no Egito.

Gastronomia

Oxtail na África do Sul; fatuche e tabule no Egito.

Lugares que não podem faltar

Museu e Casa de Nelson Mandela, Museu do Apartheid em Joanesburgo; Cape Town; pirâmides e esfinges de Gizé.

Ásia

Locais mais visitados

Pequim e Xangai, na China; Tóquio e Nagoya no Japão; Dubai nos Emirados Árabes.

Gastronomia

Tofu recheado e camarão trovão na China; sushi, sashimi, kare, koroke e sakê no Japão.

Lugares que não podem faltar

Praça da Paz Celestial, Muralha da China, Cidade proibida na China; Templo Sensoji, Monte Fuji, Parque Yamashita e Castelo de Nagoya no Japão; Palm Islands, Burj Al Árabe e Burj Dubai em Dubai.

Europa

Locais mais visitados

Paris (França); Londres (Inglaterra); Roma, Veneza e Milão (Itália); Amsterdã (Holanda); Lisboa (Portugal); Madri e Barcelona (Espanha).

Gastronomia

Pizza, canelone e carpaccio na Itália.

Lugares que não podem faltar

Museu do Louvre, Torre Eiffel e Arco do Triunfo na França; Big Ben e Casa do Parlamento em Londres; Torre de Pisa e o Coliseu e a Fontana de Trevi em Roma; Museu Van Gogh e Casa de Anne Frank em Amsterdã; Torre de Belém e Oceanário em Lisboa; Museu do Prado e Plaza Mayor em Madrid.

Oceania

Locais mais visitados

Austrália e Nova Zelândia.

Gastronomia

Meat pie e pão com vegemite na Austrália; hangi maori na Nova Zelândia.

Lugares que não podem faltar

Opera House e Sydney Aquarium em Sidney; Auckland e Queenstown na Nova Zelândia.